Carlos Roberto
paulão
Zagueiro destacou o empenho dos jogadores do Cruzeiro em campo

O Cruzeiro lutou muito, mas apesar da vitória por 2 a 1, viu o rival levantar a taça de campeão Mineiro no Mineirão lotado de torcedores celestes. A situação abalou os jogadores celestes na saída do gramado, já que o time esteve muito próximo de devolver o placar de 3 a 0 do primeiro jogo. O time estrelado levou os 2 a 0 até os 33 minutos da etapa final, quando Ronaldinho Gaúcho descontou e selou a conquista alvinegra.

"É um momento complicado, situação difícil. Nós sabemos que precisávamos de mais um gol, acabamos tomando. Futebol é dessa forma, mas tem muita coisa boa para acontecer ainda este ano", disse o zagueiro Paulão.

Artilheiro do time no Mineiro com sete gols marcados, Borges  não deixou o seu, mas sofreu um dos pênaltis que deu esperança de título para os cruzeirenses. O camisa 9 destacou os erros do primeiro jogo, no qual o time foi derrotado pelo maior rival. Para Borges, o momento é de tranquilidade.

Infelizmente é um momento de tristeza por termos pedido o título, erramos muito na primeira partida. Hoje foi uma equipe diferente; perdemos mas com a consciência de que fizemos o que deveriamos fazer. Nossa equipe está evoluindo e não é um momento de desespero. O Cruzeiro mostrou que é muito grande e hoje foi superior ao Atlético", afirmou o camisa 9.

Apesar de perder o título, o Cruzeiro terminou a competição com a melhor campanha. Em 15 jogos, foram 13 vitórias, um empate e apenas uma derrota, justamente para o Atlético na primeira perna da final. Com o fim do estadual, a equipe estrelada agora volta suas atenções para a Copa do Brasil e a preparação para o Brasileiro.