Sem grandes emoções, muita marcação e muitas faltas, Corinthians e Grêmio empataram por 0 a 0, nesta quarta-feira, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O resultado ficou de bom tamanho pelo que as duas equipes mostraram em campo. No final, vaias para o time paulista, agora há sete partidas sem conseguir uma vitória - seis pelo Campeonato Brasileiro.

Para o confronto da volta, no dia 23 de outubro, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, o Corinthians leva a pequena vantagem por não ter sofrido gol em casa. Por isso, qualquer empate com gols dará a classificação às semifinais para a equipe paulista. Um novo 0 a 0 levará a decisão da vaga para a disputa por pênaltis. Quem vencer, avança e pega o ganhador do duelo entre Internacional e Atlético Paranaense.

Neste final de semana, os times voltam as atenções para o Brasileirão. O Corinthians joga no domingo, às 16 horas, contra a Portuguesa, no estádio Morenão, em Campo Grande (MS). No mesmo dia e horário, o Grêmio enfrenta o São Paulo, no estádio do Morumbi.

O JOGO - Com mais vontade e empolgação do que técnica, o Corinthians mostrou superioridade em campo no primeiro tempo. Fora um chute de longe de Riveros logo aos 3 minutos, que passou perto do gol de Cássio pelo lado direito, o Grêmio só se preocupou em se defender e abusou das faltas para parar o jogo e evitar o toque de bola corintiano.

O time paulista, tentando aproveitar as jogadas de bola parada, teve uma boa oportunidade aos oito minutos com Douglas. Emerson cruzou da esquerda e o meia cabeceou para trás, por cima do gol de Dida. O goleiro gremista teve que trabalhar mesmo em um chute de longe de Emerson. Com efeito na bola, Dida teve que espalmar para a frente e deu um susto nos gaúchos.

Até o intervalo, o Corinthians teve mais posse de bola, mas criou muito pouco. O lance de maior perigo saiu aos 40 minutos, quando Emerson entrou na área pela esquerda, mas chutou na rede pelo lado de fora da meta defendida por Dida.

Para o segundo tempo, Renato Gaúcho resolveu adiantar um pouco o posicionamento do chileno Vargas, que estava mais no meio de campo, e o Grêmio passou a criar mais e a levar perigo ao gol de Cássio. O goleiro corintiano teve que trabalhar, especialmente em uma falta cobrada por Vargas, aos 19 minutos.

Do lado corintiano, Tite tentou dar uma sacudida no ataque com as entradas de Alexandre Pato e Romarinho, mas a boa marcação gremista e a falta de inspiração dos jogadores do Corinthians predominaram e o empate ficou de bom tamanho no Pacaembu.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 0 x 0 GRÊMIO

CORINTHIANS - Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Igor; Ralf, Maldonado (Ibson), Douglas (Romarinho) e Danilo; Guerrero (Alexandre Pato) e Emerson. Técnico: Tite.

GRÊMIO - Dida; Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro, Riveros e Vargas (Paulinho); Kleber e Barcos (Elano). Técnico: Renato Gaúcho.

CARTÕES AMARELOS - Danilo Fernandes (no banco de reservas), Emerson, Gil, Guerrero e Danilo (Corinthians); Souza, Elano e Paulinho (Grêmio).

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).

RENDA - R$ 921.633,00.

PÚBLICO - 28.351 pagantes (29.341 no total).

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).