Leonardo Morais/Hoje em Dia
acidente na BR-116
Lateral do veículo ficou destruída com o impacto da colisão

Quatro pessoas morreram e sete ficaram feridas na manhã desta segunda-feira (14) em um acidente entre um ônibus da empresa Salutaris e uma carreta, na BR-116, em Engenheiro Caldas, no Vale do Rio Doce. Os mortos eram passageiros do ônibus que seguia de São Paulo (SP) para Vitória da Conquista (BA) com 44 passageiros. Os feridos foram trazidos para o Pronto-Socorro do Hospital Municipal de Governador Valadares. 
 
Com o impacto da colisão, a lateral esquerda do ônibus rasgou, atingindo as primeiras poltronas. A causa do acidente ainda será apurada. À Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do ônibus Agostinho Pires de Souza, de 46 anos, alegou ter sido surpreendido pela carreta em sua pista. Na versão do caminhoneiro Enoque Rodrigues de Oliveira, de 44 anos, o ônibus invadiu a contramão. ”Só vi a hora que ele invadiu a minha faixa”, disse. 
 
Os dois motoristas estão entre os que sofreram ferimentos leves. Os veículos pararam a 170 metros de distância do local onde colidiram, o km 465, por volta das 8 horas. Os mortos seriam Iracema Santos Souza Rocha, de 51 anos, Edmilson Bispo de Souza, de 45, e Jesuíno Gonçalves Osmundo, de 49 anos. A quarta vítima fatal não havia sido identificada até esta tarde. Dos sete feridos socorridos, dois seguiam em estado grave.
 
Entre os sobreviventes ilesos estava Rosineide Silva Vicente, de 39 anos, que seguiu para Vitória da Conquista. Ela comprou passagem para a poltrona 14, mas como não gosta de viajar na frente, trocou de lugar com um dos passageiros que morreu. “Comprei a que tinha, mas me sentei nos fundos. Teria morrido não fosse isso. Acho que nasci de novo”, contou.
 
Atualizada às 15h48