O incêndio numa área de convivência da empreiteira Mendes Júnior na cidade de Barroso, entre São João del-Rei e Barbacena, no região Central de Minas, pode ter sido criminoso.

Segundo o Corpo de Bombeiros, alguns funcionários foram vistos, no final da noite de ontem, ateando fogo no local que é de madeira. Não há informação sobre feridos.

Vinte e cinco mil litros de água foram gastos no combate ao fogo, que só foi controlado no início da manhã deste domingo (03).

Os operários da Mendes Júnior trabalham na expansão da fábrica de cimento Holcim. No local, de aproximadamente 400 metros quadrados, encontravam-se camas, camas e colchões, onde os trabalhadores costumam descansar. Não há informações sobre o prejuízo.