Dois irmãos, de 18 e 21 anos, foram assassinados dentro do Hospital Manoel Gonçalves, em Itaúna, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, na madrugada deste sábado (9). De acordo com a Polícia Militar (PM), uma denúncia anônima informava que um homem havia sido atingido por disparos de arma de fogo na avenida Chico Morais, bairro Chacreamento Vale Verde. 

Ao chegarem no local os policiais constaram que a vítima já havia sido socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Na unidade de saúde testemunhas relataram que Anderson Nunes da Silva, 21 anos, foi encontrado caído na rua com sinais de violência física, uma perfuração na perna direita, pés e braços amarrados com uma fita adesiva, além de estar amordaçado.
 
Algumas horas depois da ocorrência, a PM foi acionada à comparecer ao hospital, onde segundo relatos, um grupo de cinco homens encapuzados havia invadido o local. Os suspeitos chegaram gritando o nome de Anderson e perguntando onde ele se encontrava internado. 
 
Ao encontrarem o jovem um dos homens disparou vários tiros, matando Anderson na hora. Em outro andar do pronto-socorro o grupo deparou-se com Edson Nunes da Silva, 18 anos, que estava visitando o irmão. Ele também foi morto com vários tiros. 
 
O grupo fugiu em um veículo que estava estacionado na avenida São João e até o momento não foi localizado. Anderson Nunes tinha passagem na polícia por tráfico de drogas, suspeita de homicídio e porte ilegal de arma de fogo.