Laudo do Instituto Médico Legal (IML) confirmou a primeira morte registrada em decorrência de ataque de tubarão em Pernambuco neste ano. A vítima é um homem de 41 anos, José Rogério Tavares da Silva, visto pela última vez na praia Enseada dos Corais, no município metropolitano do Cabo de Santo Agostinho, no dia 25 de maio. Seu corpo foi encontrado três dias depois, na praia do Paiva, no mesmo município. Segundo depoimentos de familiares de José Rogério, ele não sabia nadar

De acordo com a presidente do Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit), Rosângela Lessa, o laudo, divulgado na quinta-feira, 6, descartou morte por afogamento. "A causa foram mordidas de animal de grande porte", disse ela. Desde 1992, foram registrados 58 casos de ataques de tubarão no litoral pernambucano e em praias de municípios da Região Metropolitana do Recife. Desse total, 35 vítimas sobreviveram.

As espécies cabeça-chata e tubarão-tigre são as mais comuns na região. O último ataque de tubarão registrado pelo Cemit foi em setembro de 2012, na praia de Boa Viagem, no Recife. Em toda a extensão da praia de Boa Viagem e também na de Piedade, esta em Jaboatão dos Guararapes, município vizinho, há placas alertando sobre o risco de ataques de tubarões. Esta área registrou, nas últimas duas décadas, 70% dos ataques.