Divulgação/Montagem Hoje em Dia
Lobão fala mal de Racionais MCs e consegue briga com Mano Brown
Mano Brown X Lobão: Será que a briga vai render?

Em seu novo livro, "Manifesto do Nada na Terra do Nunca", Lobão ataca os Racionais MC's. Segundo o músico, o grupo de rap é um "braço armado do governo" e  faz "propaganda de um comportamento seminal do PT".

E nesta quinta-feira (2), Mano Brown, que não curtiu muito os comentários do roqueiro, respondeu às críticas do músico no Twitter. "Conheci o Lobão em 1996. Cumprimentei e depois disso nunca mais o vi. Sinceramente não tenho o que falar da pessoa dele. Estranho o Lobão falar de mim sem nunca ter me conhecido. Não entendo a postura dele agora. Ele pregava a ética e a rebeldia. Age como uma puta para vender livro. Nos anos 80 as ideias dele não fizeram a diferença para a gente aqui da favela. Ninguém é obrigado a concordar com ninguém, nem ele comigo. O Lobão está sendo leviano e desinformado. Tô sempre no Rio de Janeiro, se ele quiser resolver como homem, demorô! Do jeito que aprendi aqui",escreveu.

Lobão não citou nomes, mas deu uma cutucada no rapper, também via Twitter. "Não acredito em cara ressentido".

"O rap e o hip hop viraram um órgão de propaganda das ideias medíocres e revanchistas do PT, com a sua maior expressão, os Racionais MC's virou uma ridícula caricatura de toda esta doutrina (...) São epifanias de Mano Brown, abrandar clichês anacrônicos a convocar o terrorrismo explícito (...) Exatamente como era de se esperar de um papagaio piegas e recalcado. O tão chamado idiota útil", escreveu Lobão na publicação.

No livro, o músico ainda chamou Dilma Rousseff de "torturadora", no capítulo intitulado "Vamos Assassinar a Presidenta da República", e Roberto Carlos de "múmia deprimida".

A produtora Paula Lavigne foi outra que reclamou dos comentário de Lobão em "Manifesto do Nada na Terra do Nunca" e respondeu a Mano Brown no microblog. "Você segura o Lobão que vai ter uma fila pra bater! kkkkk Até eu fui esculhambada! Vamos cobrar royaltes desse livro".