O que há em comum entre um ex-condenado, morador de um gueto francês, e um milionário aristocrata preso em uma cadeira de rodas? Além do confinamento de cada um, a vontade de mudar de vida e quebrar padrões poderiam ser algumas das respostas.

Foi essa história da improvável amizade retratada no filme "Intocáveis" que atraiu mais de 20 milhões de pessoas aos cinemas franceses e que, a partir desta sexta-feira (31) os brasileiros poderão conferir.

Na trama, baseada em uma história real, o tetraplégico Philippe (François Cluzet), enfadado com seus tradicionais auxiliares de enfermagem, decide contratar para o cargo o esperto, porém sem experiência nenhuma, Driss (Omar Sy). Todo o longa é carregado de humor – como nas cenas em que o rapaz, metido a machão, precisa se adaptar a determinadas funções da rotina –, mas sem deixar de ser elegante.

Fim do mundo

Depois de uma fracassada tentativa de interceptar um asteroide que vai atingir a Terra, os humanos descobrem que lhes restam apenas três semanas de vida. É com essa notícia que começa o filme "Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo", primeiro longa-metragem da diretora Lorene Scafaria, que também estreia nesta sexta nos cinemas.

Dodge (Steve Carrel) trabalha como vendedor de seguros e tenta, na medida do possível, manter sua rotina normal. Em meio ao caos da cidade, ele conhece Penny (Keira Knightley), uma jovem abalada pelo fim de um relacionamento. Diante da morte iminente, os dois resolvem viajar juntos para passar a limpo histórias do passado que ficaram mal resolvidas.

E tem, ainda, "Os Mercenários 2". Desta vez, os mercenários são reunidos para uma missão aparentemente simples, porém um dos membros da equipe é assassinado e seus colegas partem para vingança em território inimigo. No elenco, Sylvestre Stallone, Bruce Willis, Arnold Schwarzenegger e Jason Statham.

Em Veneza

"Superstar", de Xavier Gianolli, foi o primeiro competidor francês a ser apresentado no Festival de Cinema de Veneza. Teve boa sessão de imprensa, com risos e aplausos ao final. No filme, Martin Kazinski (Kad Merad) é um homem comum. Trabalha numa empresa de reciclagem, que emprega também pessoas com deficiência. Um dia, essa pessoa comum passa a ser reconhecida no metrô: Martin tornou-se uma celebridade.