A Fundação Clóvis Salgado apresenta até domingo (17), no Cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes, a mostra "Orson Welles: Facetas de um Gênio", com uma seleção de oito filmes do cineasta americano. A entrada para as sessões é gratuita, com retirada de senhas na bilheteria do cinema meia hora antes do início. 

Um dos nomes mais importantes do cinema mundial, Orson Welles é dono de diversas obras-primas, dentre elas "Cidadão Kane", considerado por vários especialistas o maior filme já realizado na história. Dos longas em cartaz, quatro serão exibidos em 35mm e um em 16mm. 

Orson Welles construiu uma obra que ao mesmo tempo valoriza o clássico e anuncia o moderno, tanto do ponto de vista de sua articulação entre linguagem e técnica, quanto no olhar crítico que lança à sociedade de seu tempo e ao homem de maneira geral. 

Dentre os longas em cartaz, estarão algumas de suas obras centrais, como os clássicos noir "A Marca da Maldade" e "A Dama de Shangai"; o emblemático "O Processo" (adaptação da obra de Franz Kafka); além de "Macbeth" e "Othello", releituras de Shakespeare. Merece destaque, ainda, "Soberba", o segundo filme de sua carreira, que é também um clássico da história do cinema, e "O Estranho" (da série de longas menos conhecidos do cineasta). 

"A mostra de Orson Welles é uma oportunidade única para rever filmes que ajudaram a definir o cinema como o conhecemos, tendo influenciando todas as gerações que a eles se seguiram", afirma o Gerente de Cinema da Fundação Clóvis Salgado, Rafael Ciccarini. 

A programação completa pode ser conferida no site da Fundação Clóvis Salgado

Segunda-feira

 17 horas - "O Processo" (1962, 35mm, 12 anos, 118’)

 21 horas - "A Dama de Shangai" (1947, DVD, 14 anos, 87’) 

Terça-feira

 17 horas - "Macbeth" (1948, 16mm, 14 anos, 89’)

 19 horas - "Othello" (1952, DVD, 12 anos, 90’)

 21 horas - "A Marca da Maldade" (1958, 35mm, 16 anos, 95’) 

Mostra "Orson Welles: Facetas de um Gênio" - no Cine Humberto Mauro / Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537, Centro – 3236-7400)