Depois do Peugeot 208 e Ford New Fiesta, o Volkswagen Up! é um dos poucos automóveis nacionais que se equivale ao que é feito na Europa. Realmente o carrinho é um barato, com excelente comportamento, conjunto mecânico acima da média para sua categoria e um consumo excepcional. Mas a VW errou na hora de tabelar o carrinho. Se, na sua configuração topo de linha (White, Red e Black), fosse R$ 6 mil mais barato, seria a melhor indicação.

Testamos a versão White Up!, a mais equipada para o popular, que se destaca de seus concorrentes de entrada por oferecer direção com assistência hidráulica, item que é ficção científica para Palio Fire e Celta. De resto, o conteúdo é praticamente o mesmo, com a diferença de custar aproximadamente R$ 7 mil à mais.

Mas sejamos justos, o Up! tem um conjunto mecânico formidável. Seu motor três cilindros 1.0 litro 12v é espetacular. Com oferta máxima de torque entre 3.000 e 3.800 rpm, o carrinho oferece força em praticamente qualquer regime, e não demonstra aquela letargia dos demais motores 1.0 litro. A impressão que se tem é de estar acelerando uma unidade 1.4.

O escalonamento de marchas é bem acertado e faz com o giro do motor suba rápido desde as marchas mais fortes e também nas mais longas. Tudo isso colabora para que seu consumo urbano na ordem de 13,2 km/l e 18,1 km no trajeto rodoviário, com uso exclusivo de gasolina.

Por dentro, a construção agrada. O uso de moldadora plástica no painel é mais agradável do que os tradicionais plásticos duros dos irmãos Gol e Fox. Mas acredite: ele não é sofisticado.

Não há opção de vidros elétricos nas portas traseiras, nem comandos de áudio no volante. No quadro instrumentos, além de relógio e hodômetro, há apenas consumo médio e indicador de marchas. Quem quiser computador completo tem que optar pelo navegador GPS destacável, que agrega diversas funções, com auxilio para condução eficiente e entrada para cartão Micro SD, e custa R$ 1.200.

Apesar de a VW alegar que se trata de um carro familiar, ele é muito apertado. E mesmo sendo homologado para cinco passageiros, é impossível transportar mais do que quatro adultos. Mesmo assim, os dois passageiros de trás viajam esfregando os ombros.

Mas o grande senão do White Up! está no preço. A versão avaliada custa R$ 41.492, valor que esbarra em opções mais qualificadas. Se custasse R$ 33 mil, seria imbatível!