CAIRO - O presidente egípcio deposto, Hosni Mubarak, preso há duas semanas, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), anunciou nesta terça-feira (19) a imprensa estatal. "Degradação do estado de saúde de Mubarak, vítima de um ataque cerebral", indicou a televisão pública. A informação foi confirmada pela agência oficial Mena.


Antes a Mena havia informado, citando fontes de segurança, que "o coração do ex-presidente Hosni Mubarak (...) parou e ele foi tratado com a ajuda de um desfibrilador". "O estado de saúde de Mubarak entrou em uma fase grave", acrescentou.


Segundo fontes da penitenciária, Mubarak foi transferido para um hospital militar do subúrbio do Cairo. O ex-presidente deixou a prisão de Tora, no sul do Cairo, em uma ambulância em direção ao hospital militar de Maadi depois de ter sofrido um AVC (acidente vascular cerebral).


Mubarak, de 84 anos, foi condenado à prisão perpétua pela repressão à revolta contra seu governo, no início de 2011, que deixou cerca de 850 mortos. Fontes de segurança indicaram que ele sofre de depressão severa, de dificuldades respiratórias e de hipertensão.