Com a presença de Luis Suárez, que fez um trabalho físico pela primeira vez desde a operação no menisco, a seleção do Uruguai treinou nesta segunda-feira (2) confiante em fazer um bom papel na Copa do Mundo no Brasil-2014.

"Estamos muito confiantes, sabemos que temos jogadores que estão nas melhores equipes do mundo e não temos medo de ninguém", declarou o zagueiro Maximiliano Pereira, em coletiva de imprensa após o treino.

No sábado (31), o técnico Oscar Tabárez divulgou a lista de 23 convocados para o Mundial, deixando de fora veteranos como o meia Sebastián Eguren e o volante Alejandro Silva. As escolhas de Tabárez foram divulgadas um dia depois da equipe derrotar a Irlanda do Norte por 1 a 0 em amistoso preparatório, diante de 45.000 torcedores que lotaram o estádio Centenario de Montevidéu.

A equipe titular contra os irlandeses contou com uma dupla de ataque formada por Edinson Cavani e Diego Forlán, este último eleito o melhor jogador do Mundial da África do Sul-2010, quando a 'Celeste' ficou na terceira colocação. Forlán ocupou em campo o lugar de Suárez, grande nome da equipe, mas que se recupera ainda de uma cirurgia no menisco realizada no dia 22 de maio.

Nesta segunda-feira, o atacante do Liverpool fez um trabalho físico no centro de treinamento da Federação Uruguaia, o que dá confiança para que se recupere a tempo de jogar a Copa. "Ele está evoluindo bem, mas não temos uma data para que ele seja reintegrado ao time. O trabalho vai aumentar dia após dia", declarou o médico da seleção uruguaia, Alberto Pan.

A 'Celeste' disputará ainda um amistoso preparatório contra a Eslovênia no dia 4 de junho na capital uruguaia, antes de viajar ao Brasil. O Uruguai está no Grupo D da Copa do Mundo e estreia no dia 14 de junho contra a Costa Rica. Cinco dias depois, encara a Inglaterra e encerra a participação na primeira fase contra a Itália, no dia 24.