O Opel Mokka X é o primo europeu do nosso Chevrolet Tracker, que sem dúvida é um dos melhores produtos da marca da gravatinha em território brasileiro, mas que não goza de grandes volumes por ser importado do México. Lamentos à parte, a boa nova é que o modelo europeu acabou de passar por uma revisão, que além de sutis mudanças visuais também abarcou novos conteúdos e melhorias significativas na parte motriz.

Visualmente, as linhas da carroceria são as mesmas do jipinho vendido por aqui e o que muda é o desenho de grades, faróis e para-choques, que segue a identidade visual da Opel. Lâmpadas de LED são algumas das novidades.

Umas das principais melhorias do Mokka é sua nova gama de motores que parte de um unidade turbo 1.4 de 152 cv, assim como a unidade turbodiesel 1.6 de 136 cv e tração integral, que lhe confere ótima performance em terrenos acidentados e de pouca aderência.

Entre as novidades de conteúdo, além do interior redesenhado, o Mokka X também ganhou conteúdos como sistema de entretenimento com tela de oito polegadas, compatível com sistema Apple Car, que permite executar os aplicativos do iPhone no monitor do painel. Assim, eu gostaria ainda mais do Tracker.