Dentre os três principais salões europeus (Frankfurt, Paris e Genebra), a mostra suíça é a mais extravagante e charmosa, não só no Velho Mundo, mas ao redor do globo. Este ano os fabricantes destinaram boa parte do espaço Palexpo, pavilhão de exposições de Genebra, para apresentar o que o público mais gosta, superesportivos e modelo de altíssimo luxo como o Lamborghini Centenario (foto).

Ferrari, Maserati, Alfa Romeo, Porsche, Bentley, BMW, Mercedes-Benz, Audi e até mesmo Spyker trouxeram suas novidades de encher os olho. Destaque também para as propostas de superesportivos híbridos e elétricos como a versão definitiva do Koenigsegg Regera e o Rimac Concept One.

Sucessor do Veyron, Bugatti Chiron é a grande estrela do salão de Genebra

Apesar do bom volume de lançamentos e modelos exclusivíssimos, a grande estrela do salão coube à italiana Bugatti. A marca levou para Genebra nada menos que o Chiron, superesportivo que tem a missão de suceder o todo poderoso Veyron. Depois de apresentar em Frankfurt o conceito Vision Gran Turismo, que figurará no “Gran Turismo Sport” para PS4, finalmente a marca sua versão final.

O bólido é ainda mais agressivo por fora e sob o capô. Se os 1.001 cv do Veyron eram assustadores há 11 anos, o Chiron manteve o “anormal” W16 8.4 quadriturbo. Mas sua potência foi elevada para nada menos que 1.500 cv e um torque absurdo de 163,3 mkgf, semelhante ao de um caminhão pesado. Detalhe, toda esta força está disponível a partir dos 1.500 rpm!

Com algarismos dessa magnitude o Chiron pode alcançar a máxima de 420 km/h. No entanto, os 500 seletos compradores podem ficar sossegados pois o supercarro é equipado com sistema de gerenciamento que altera os parâmetros de dirigibilidade em três modos condução para que o condutor consiga utiliza-lo com docilidade. Afinal, nem todos os milionários, aptos a pagar 2,4 milhões de euros (R$ 10,1 milhões) são pilotos profissionais.

Fiat 124 Rally Abarth

O conversível 124, sucessor espiritual do finado Barchetta, mal chegou ao mercado europeu e a divisão Abarth levou para Genebra duas versões esportivas. A Spider Abarth adiciona suspensão revista e adoção do motor turbo 1.4 de 170 cv, semelhante ao do 500 Abarth. Já o Rally, é marca os 40 anos da última participação da Abarth no Rali de Monte Carlo, e conta com setup de competição, teto rígido e motor biturbo 1.8 de 300 cv, para voltar à competição.

Honda Civic Hatchback Concept

A derivação hatchback da nova geração do Civic acaba de ser revelada em Genebra. Ainda como conceito, o modelo segue os passos do sedã, com carroceria maior, mais larga e também mais baixa. No entanto, já dá mostras de como será o futuro Type R, versão de alto desempenho do japonês. Sem dados técnicos, o hatch chegará ao mercado europeu no segundo semestre, tendo o motor 1.5 turbo de 176 cv como base e furioso 2.0 de 310 cv restrito à versão esportiva.

Lamborghini Centenario

Os 100 anos de nascimento de Ferruccio Lamborghini, comemorados no dia 28 de abril, não passarão em branco. A marca do touro apresenta o Centenario, edição especial desenvolvida sobre a base do demoníaco Aventador SV, o modelo terá apenas 40 unidades fabricadas, sendo 20 delas na versão roadster. O V12 7.0 teve sua potência elevada para 770 cv que lhe permite acelerar de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e atingir a máxima de 350 km/h

Mercedes-Benz C Cabriolet

A Estrela de Três pontas completa a atual geração do Classe C com o conversível C Cabriolet, que já estreia junto com a versão esportiva C43 AMG. O modelo soma à gama de descapotáveis de quatro lugares da marca, que já conta com E Cabriolet e o S Cabriolet. A versão comportada será oferecida com motores 1.6, 2.0, com potências entre 156cv e 204 cv. Na AMG ele adota um V6 biturbo de 367 cv.

Porsche 911 R

“Porschistas” ortodoxos dizem que o último Porsche 911 com sangue nos olhos foi a geração 993, última com refrigeração à ar e projeto de carroceria de 1963. Em Genebra a marca faz um gracejo para os fãs que reclamam do excesso de comodidade com o 911 R, que chega com motor boxer 4.0 aspirado de 500 cv e caixa manual e capacidade de acelerar a até 323 km/h para tapar a boca dos reclamões!

Volkswagen T-Cross Breeze

Depois que a Land Rover inventou o Evoque Convertible, a ideia de um SUV sem capota virou mania e a Volkswagen elaborou o conceito T-Cross Breeze. Compacto, o jipinho de verão é menor que primo Audi Q2, com 4,13 metros e utiliza motor turbo 1.0 três cilindros de 110 cv do up! TSI europeu. Apesar de conceitual a marca não descarta produção, mas que ele é futuro Q2 da Volks, ninguém duvida.