Embora a Peugeot o tenha batizado como “Novo 308”, ele não é tão novo assim. Apenas a dianteira recebeu modificações importantes, restando as demais partes da carroceria praticamente inalteradas. No geral é um veículo com linhas conservadoras, amplo espaço interno e generosa lista de equipamentos para o entretenimento e segurança, incluindo seis air bags.

O maior destaque do modelo é o motor. Para um apaixonado por engenhos mecânicos como eu, não há como disfarçar a satisfação com o desempenho desse apimentado 1.6 flex, turbinado, 173 cv e musculoso torque de 24,5 mkgf a partir de baixíssimas 1.750 rpm.

Desenvolvido juntamente com a BMW, é leve, econômico, silenciosos e tem entrega de força linear, sem o característico salto na “entrada da turbina”. A transmissão automática com 6 marchas merece elogios por entrar automaticamente em “neutro” enquanto o veículo está parado e pelas inteligentes reduções nas frenagens. Acabamento interno impecável e bom espaço para quatro adultos e uma criança.

Conteúdo

O bom conteúdo inclui controle de estabilidade (ESP), ar-condicionado de duas zonas, sensores de estacionamento, câmera de ré, multimídia com viva voz, GPS, controlador de velocidade, computador de bordo, teto panorâmico em vidro e espelhamento do celular, que por enquanto não funciona com a maioria dos aparelhos com sistema operacional Android.

Por outro lado, falta auxiliar de partida em rampa, o console mal dividido não oferece boa acomodação para o celular e garrafa de água e, a adoção de satélites para comandos sem tirar as mãos do volante, ao invés de botões no próprio volante, não agradam.

FICHA

O QUE É?

Hatch compacto, quatro portas, cinco ocupantes.

ONDE É FEITO?
Importado da Argentina

COMO ANDA?
Aceleração de 0 a 100 km/h em 8,7 segundos e velocidade máxima de 215 km/h.

DINÂMICA
A suspensão firme, com rodas aro 17 e pneus 225 perfil baixo, garante excelente estabilidade, mas embora encare bem buracos e quebra-molas, pula bastante em piso irregular. O volante leve nas manobras e firme na estrada, transmite segurança. O ABS dos freios é eficiente e suave, sem excessiva vibração do pedal.

PREÇO
A versão Griffe parte de R$ 84.490. Na cor branca perolizada salta para R$ 86.080.

COM QUEM CONCORRE?
Embora diferenças de desempenho e conteúdo, os principais concorrentes são: Ford Focus SE Plus 2.0 AT (R$ 83.500), Chevrolet Cruze Sport6 LTZ (R$ 91.390) e Fiat Bravo T-JET com airbags extra e Kit Uconnect custa (R$ 90.910).

COMO BEBE?
O consumo surpreendeu positivamente, com médias de 6,9 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada, ambos com gasolina. Acionando o modo econômico da transmissão, chegou à excelente marca de 7,6 km/l na cidade.

SEGURANÇA
Embora a nova versão ainda não tenha sido submetida a “crash test”, o modelo tem um histórico muito positivo junto ao EuroNCAP, instituto que verifica a segurança dos veículos vendidos por lá, com nota máxima de cinco estrelas nos três últimos testes realizados.

PONTOS POSITIVOS:
Desempenho
Economia
Segurança

PONTOS NEGATIVOS:
Satélites de comando
Suspensão dura
Falta auxiliar de partida em rampa