Se o amigo está cansado de ficar preso no trânsito, mas não encara uma moto temendo o desconforto, ficar sujo e ter dificuldade de transportar os objetos de uso diário, é porque nunca andou de scooter. Seara em que a Yamaha TMAX se destaca. Essas máquinas evoluíram muito e hoje oferecem praticidade, segurança e conforto.
 
O fácil acesso lateral, como em um automóvel, ao invés de ter que passar a perna sobre o banco, como nas motocicletas convencionais, permite o uso de trajes sociais sem qualquer problema.
 
As proteções laterais, além de segurança para os joelhos, reduzem o vento e evitam que você seja atingido por respingos. Por fim, o porta-malas e os porta-luvas vão permitir levar desde o celular e a carteira, até uma mochila ou capacete.
 
Uma facilidade da TMAX é freio de estacionamento. Uma pequena alavanca no punho esquerdo que mantem os freios travados, na hora de arrancar, basta empurrá-la de volta com a ponta dos outros dedos.
 
YAMAHA TMAX

O QUE É?
“Maxiscooter” - Scooter de grande porte

ONDE É FEITA?
Importada - Japão

QUANTO CUSTA?
R$ 42.500

DESEMPENHO:
O motor com dois cilindros 530 cm³ de 46 cv, 5,3 mkgf de torque, com refrigeração líquida, capaz de atingir máxima em torno de 170 km/h.

DINÂMICA:
A posição de pilotagem ereta e o assento amplo e macio são confortáveis, mas o guidão poderia ser mais alto, o que causa desconforto em pilotos de maior estatura. A ciclística leve e ágil surpreende e fácil de manobrar nos corredores dos congestionamentos.

COM QUEM CONCORRE?
Embora diferenças consideráveis de conteúdo, desempenho e comportamento, as concorrentes mais próximas são BMW C 650 GT (R$ 54.400) e Suzuki Burgman 650 (R$ 47.900).

COMO BEBE?
O consumo médio ficou em 19,6 km/l.

PONTOS POSITIVOS:
Conforto
Estilo
Desempenho

PONTOS NEGATIVOS:
Guidão baixo
Falta tomada elétrica nos porta-luvas