Outro produtor que está apostando em bons negócios no ano que vem é Adauto Feitosa, que, em Sete Lagoas, mantém a Fazenda Shangrilá, uma importante produtora de genética da raça girolando. “Estamos focados em 2016, na ampliação do aumento da produção  de leite, como também na genética, buscando novas doadoras de alta lactação, qualidade genética  e tipo funcional para aumentar e renovar nosso banco de doadoras”, revelou.

Em 300 ha, Adauto Feitosa desenvolve o trabalho de seleção de animais de elite que participa de várias exposições. A grande maioria do rebanho é de produtos oriundos de Fecundação in Vitro (FIV), filhas de doadoras holandesas .

Para realizar esse trabalho, a Fazenda Shangrilá conta com a parceria da Fazenda Miraí, localizada em Jaboticatubas. “Fazemos permuta de material de alto padrão genético, para disponibilizar ao mercado animais girolando de alta qualidade”, explicou.

De acordo com o produtor, as oportunidades surgem quando são procuradas com eficiência. “O mercado é comprador de alimentos, fator indispensável a todas as pessoas. Portanto, ter-se no parceiro a confiança recíproca é multiplicar as possibilidades e o acesso a patamares cada vez mais altos e de sucesso sustentável. A  Shangrilá e a Miraí sentem-se recompensadas pela estratégia implantada”, garantiu.

Futuro

Adauto Feitosa considera que, no mundo dos negócios, o investimento na soma de esforços, know how e experiência contribuem muito para o sucesso do trabalho. “É dessa forma que as fazendas  Shangrilá e Miraí veem o ano de 2016, com boas perspectivas baseadas na melhoria continuada da genética, produzindo matrizes  altamente leiteiras e com tipo/padrão  procurado pela raça”.