LOS ANGELES - O ator Andy Griffith, um ícone da televisão americana por programas como "The Andy Griffith Show" nos anos 1960 e a série de advogados "Matlock", morreu na manhã desta terça-feira (3), aos 86 anos.

O presidente Barack Obama lamentou a morte do emblemático ator. "Michelle e eu ficamos muito tristes ao saber sobre a morte de Andy Griffith esta manhã", escreveu em um comunicado.

"Ator de extraordinário talento, Andy era amado por gerações de fãs e reverenciado por animadores que seguiram seus passos (...). Nossas orações estão com a família de Andy", completou o texto.

Griffith morreu em sua casa na Carolina do Norte (leste), segundo informações da imprensa local.

O ator interpretou o xerife de "Mayberry RFD", que tinha locação na mesma cidade cenográfica de "The Andy Griffith Show", inspirada em sua cidade natal de Mount Airy, Carolina do Norte.

Ficou famoso nos anos 1950, quando Ed Sullivan o convidou a seu programa nacional de televisão.

Griffith criou sua própria produtora em 1972 e realizou vários filmes e séries de TV. Foi indicado a um prêmio Emmy em 1981 por sua interpretação no filme de TV "Murder in Texas" (1981).

Mas depois de "The Andy Griffith Show", seu papel mais conhecido foi o do advogado Ben Matlock, na série de televisão "Matlock", que foi ao ar de 1986 a 1995.

Em 2010, Griffith apareceu em várias campanhas publicitárias apoiando a reforma de saúde fomentada por Obama. Os anúncios tiveram de ser retirados depois que o ator recebeu centenas de ameaças de morte de opositores à medida, segundo a base de dados do cinema IMDB.

Andy Griffith deixa sua terceira esposa, Cindi Knight, e uma filha adotada de seu primeiro casamento. Seu filho adotado morreu em 1996.