O pianista Arnaldo Cohen retorna à Sala Minas Gerais para se apresentar ao lado da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Nos concertos desta quinta (23) e sexta (24), ele interpreta o "Concerto para piano nº 4 em sol menor, op. 40", de Rachmaninov.

Sob regência de Fabio Mechetti, o concerto conta ainda com duas de suas principais obras de cunho nacionalista do compositor argentino Alberto Ginastera - "Abertura para o Fausto Crioulo, op. 9" e "Estância: Quatro Danças, op. 8a" - e uma obra emblemática da música sinfônica norte-americana, a Suíte de "Appalachian Spring", de Copland, balé escrito para Martha Graham, sobre experiências nas montanhas do Apalache.

Antes das apresentações, das 19h30 às 20h, o público poderá participar dos Concertos Comentados, palestras que abordam aspectos do repertório. O palestrante das duas noites será o diretor artístico e regente titular da Filarmônica de Minas Gerais, maestro Fabio Mechetti, que abordará o centenário de Alberto Ginastera e o aspecto nacionalista do repertório. Mechetti abordará, ainda, o espírito norte-americano de Copland e o colorido orquestral de Rachmaninov. A entrada é gratuita, aberta às primeiras 65 pessoas que chegarem e apresentarem o ingresso para os concertos da noite.

SERVIÇO: Orquestra Filarmônica de Minas Gerais na Sala Minas Gerais (rua Tenente Brito Melo, 1090, Barro Preto), quinta (23) e sexta (24), às 20h30. Ingressos: R$ 34 (Balcão Palco e Coro), R$ 44 (Mezanino), R$ 56 (Balcão Lateral), R$78 (Plateia Central) e R$98 (Balcão Principal).