Os protestos a favor do Teatro Klauss Vianna não cessam. Neste sábado (25) passou a circular nas redes sociais uma petição a favor da permanência do espaço em Belo Horizonte. No próximo dia 29 será realizada, às 16h30, uma audiência na Assembleia Legislativa de Minas Gerais para discutir a situação do teatro.

Para assinar o manifesto acesse aqui

Entenda
O Tribunal de Justiça de Minas Gerais vai ocupar o prédio onde funciona o teatro (na avenida Afonso Pena, 4001, Mangabeiras) no dia 30 de junho. O local passará a abrigar um plenário para reuniões e audiências.

Em 2012, o Governo de Minas declarou o prédio onde estava instalada a operadora OI como utilidade pública, o que forçou a empresa a dar lugar ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Ao TJMG, cabe a decisão pelo que fazer com as instalações do prédio, incluindo o Teatro Klauss Vianna.

O teatro foi inaugurado em 1985 a partir de um acordo entre o governo e o Banco Bradesco que demoliu o antigo Cine Metrópole.