Detentor do título de "melhor grupo do ano" no Prêmio Multishow 2019; mais de um bilhão de streams; marca superior a 500 milhões de views no YouTube... Esses são alguns dos feitos obtidos pelo sexteto sul-mato-grossense Atitude 67. Colecionador de hits, como “Tão Linda”, “Qual É a do Amor” e “Saideira”, a banda tem na amplitude e na diversidade musicais alguns dos componentes para a fórmula de seu sucesso. Atrelado a isso, está a produção em alta escala. É o que vem sendo reiterado em 2020.

Em meio a um cenário que começou promissor em termos de turnês, mas que precisou sofrer alterações em função do isolamento social, o Atitude 67 dá prosseguimento a um projeto que visa ao lançamento de material mensal. Se entre janeiro e abril houve o lançamento de vários EPs e singles – a destacar "Label 67”, “Sunset 67”, “Art In Nudes" e "Luau em Casa" –, na última sexta-feira (22), o conjunto disponibilizou as 16 faixas de “Label 67: Ao Vivo”.

Contando com participações de Gabriel O Pensador, Thiaguinho e Maurício Manieri, o grupo esbanja a cancha adquirida na estrada com um repertório que visa agradar em cheio aos fãs e que, como já é de praxe, transita pelas várias esferas de sua composição.

“Ter tanta faceta e manter essa identidade peculiar e particular veio de forma natural. Não nos preocupamos com rótulo, e isso nos dá mais liberdade para fazer o que gostamos e misturar nossas referências, que estão no samba, no reggae, no rap, no pagode, no sertanejo... Essa é a identidade do Atitude 67. Essa liberdade que adquirimos em fazer músicas tão distintas nos encoraja a fazer isso cada vez mais”, destaca Regê, um dos membros do grupo, completado por Pedrinho Pimenta, Éric Polizér, Karan Cavallero, GP e Leandro Osmar.

Ele vai além na explicação do sucesso: “O grande sucesso vem da nossa amizade; é a segunda geração de amizade, pois nossos pais já eram amigos desde Campo Grande (MS), nossa terra-natal. A base de tudo é a amizade, e a música flui através disso tudo”, diz.

Parcerias

Assim como em tantos outros trabalhos, este novo ao vivo traz participações que ratificam a pluralidade sonora enfatizada pelo grupo.

“Formamos várias alianças com vários artistas. Para a gente é uma alegria e uma troca de experiência incrível. Além de sermos fãs desses artistas, estamos cientes de que todos já passaram por inúmeros caminhos. Nos sentimos privilegiados de poder compartilhar essas experiências com eles”, afirma GP, que confirma ambiciosos passos por vir, apesar de mantê-los em segredo: “Podem esperar muita coisa pela frente”.