Assim como um dos combustíveis mais tradicionais do blues– o uísque– certas bandas do gênero acreditam que só melhoram ao envelhecer. Segundo esta lógica, nada melhor do que armar uma festa de comemoração.

É o que faz a Audergang para celebrar dez anos em atividade. O grupo de Belo Horizonte está lançando seu primeiro DVD ao vivo, em duas etapas: amanhã faz sessão de autógrafos na Livraria Leitura do Pátio Savassi e na quinta-feira, em show gratuito no Stonehenge Rock Bar.

Foi na casa de shows do Barro Preto, aliás, que o DVD ]“Audergang Blues Sessions foi gravado. “É um lugar muito importante para o cenário atual do blues em BH”, diz Auder Júnior, guitarrista, vocalista e líder da gangue. “O BH Blues Soul Festival, evento que também comemora uma década este ano, foi criado lá, o que gerou uma força muito grande para o gênero por aqui. Poderíamos ter gravado em lugares mais sofisticados, mas preferimos ‘jogar em casa’, para a torcida, como se diz”, revela.

O show e o DVD coletam o repertório autoral dos três discos de estúdio que a banda gravou, em canções como “Soul to Shuffle”, “Sunshine Blues” e “Ready to Lose”. A elas se somam uma música inédita lançada neste ano, “I’ve Got The Blues”, e uma regravação de “Sweet Home Chicago”, um dos maiores standards do blues, assinado por Robert Johnson, fechando o cabalístico número de 13 faixas no trabalho–uma “feliz coincidência”, segundo o músico.

Mas o foco do grupo é mesmo no trabalho de cunho próprio. “Antes tínhamos muitas bandas fazendo regravações; agora podemos ver uma geração muito talentosa, fazendo trabalhos de alto nível, autorais”, elogia o músico. “Assim, de uns sete anos para cá, a coisa foi crescendo aumentando inclusive o intercâmbio com gente de fora”, concluí.

Serviço: Audergang lança DVD. Nesta quinta-feira, às 21h, no Stonehenge Rock Bar (rua dos Tupis, 1.448, Barro Preto). Entrada franca.