LOS ANGELES - A atriz americana Reese Witherspoon foi detida, no domingo (21), por alteração da ordem pública no estado da Geórgia, depois que a polícia parou seu marido por dirigir em estado de embriaguez, informou a imprensa local.

Enquanto os policiais questionavam o marido da atriz, Jim Toth, Witherspoon tentou intimidar os oficiais.

O site TMZ afirma que a atriz perguntou aos policiais: "Sabem com quem estão falando?".

Um oficial respondeu "Não, não preciso saber seu nome", o que levou a atriz de 37 anos a afirmar: "Você está a ponto de averiguar quem eu sou. Você vai aparecer no noticiário nacional".

Witherspoon é uma das estrelas de maior salário em Hollywood e tem fama de ser uma das "boas meninas" do cinema americano.

A atriz, protagonista de "Legalmente Loira", e o marido foram detidos e depois liberados.

Whitherspoon ganhou o Oscar de melhor atriz em 2005 por "Johnny e June".

Em comunicado enviado à imprensa, a famosa pede desculpas pelo comportamento. Leia:

"Em respeito ao processo judicial em curso, não posso comentar tudo o que está sendo relatado agora. Mas eu quero dizer que, claramente, tinha bebido demais e estou profundamente envergonhada pelas coisas que disse. Foi uma situação assustadora e eu temia por meu marido, mas isso não é desculpa. Fui desrespeitosa com o oficial que estava fazendo somente o trabalho dele. Eu tenho muito respeito pela polícia e estou arrependida por meu comportamento".