As pessoas que aderiarm ao isolamento social acabam de ganhar um aliado para o enfrentamento à pandemia por Covid-19. A versão em áudio do livro 'Ansiedade', do médico psiquiatra, pesquisador e escritor Augusto Cury, estará disponível gratuitamente, durante todo o mês de maio, no site www.ubook.com.

Considerada pelo psiquiatra Augusto Cury como o novo mal do século, suplantando a depressão, a ansiedade acomete grande parte da população mundial. E, especialmente durante a quarentena, segundo o autor, o mal está se expandindo muito e cuidar da saúde mental é fundamental.

"Nesses tempos de coronavírus, a ansiedade, capitaneada por sintomas tais como sofrimento por antecipação, acordar cansado, baixo limiar para suportar frustrações, irritabilidade, dor de cabeça e dores musculares, tem afetado, inclusive, pessoas resilientes ou com baixo nível de estresse. É neste sentido que criamos esta campanha preventiva, para ensinar como pais, filhos e profissionais de todas as áreas podem aprender técnicas de gerenciamento da emoção e desenvolvimento de relações saudáveis", explicou Cury.

Como encontrar o material

De acordo com a Ubook, para ouvir o audiolivro 'Ansiedade' não é necessário ser assinante da plataforma. No entanto, o interessado deve fazer um cadastro no site, utilizando seu e-mail e criando uma senha. O usuário deve procurar, na parte superior direita, por "Cadastrar Grátis", inserir os dados pessoais e criar um login e senha. É possível também baixar o aplicativo da Ubook na Apple Store ou no portal de serviço para Android.

O livro

Dividido em 15 capítulos, a obra, que tem duração total de três horas e 26 minutos, busca ensinar como funciona a mente humana e dá dicas sobre como controlar os sentimentos. O audiolivro é narrado por Leandro Augusto, responsável também por dar voz a outros oito títulos de Augusto Cury, e de diversos outros conteúdos, presentes no catálogo da Ubook. 

Como controlar a ansiedade?

Veja, abaixo, cinco dicas do autor para controle à ansiedade

1. Exercícios físicos: os exercícios físicos nos possibilitam liberar endorfina, os famosos neurotransmissores que nos ajudam a liberar o estresse e aumentar os sentimentos de prazer. Neste período de confinamento, além de auxiliar na qualidade de vida, as atividades físicas nos ajudam a ganhar disposição e ânimo em nossas rotinas.

2. Seja líder de si mesmo: estamos sendo bombardeados, diariamente, com diversas informações sobre a Covid-19 neste momento. Todo esse excesso de informações transforma nossas mentes em um depósito de dados que agita a mente humana, asfixia o prazer de viver e esgota o cérebro!

Por isso, fique atento ao volume e também às fontes das informações que você consome. Muitas fake news divulgadas só estão servindo para aumentar o pânico entre as pessoas. Uma sugestão para enfrentar este período é: aprenda a utilizar a técnica DCD, que significa: duvide, critique e decida.

Essa técnica de gestão da emoção que deveria ser feita no silêncio mental diariamente tem o seguinte princípio: DUVIDE de tudo aquilo que controla a sua emoção. CRITIQUE cada pensamento perturbador. Tudo são escolhas. DECIDA ser líder de si mesmo e gestor da sua mente. No audiolivro explicarei melhor!

3. Use a tecnologia conscientemente: por mais que possamos nos comunicar com pessoas de basicamente qualquer lugar do mundo, isso nos afasta cada vez mais daqueles que estão próximos e que, muitas vezes, são os que verdadeiramente precisam do nosso diálogo, elogios e um ombro para ouvir e o outro para chorar!

Não use celular por, no mínimo, duas horas antes de dormir para não alterar a melatonina, que é a molécula de ouro para induzir e estabilizar o sono! Aproveite este momento para se conectar com quem está ao seu lado, e utilize a tecnologia para se informar corretamente e para focar nas notícias que são importantes para você.

4. Técnicas de relaxamento: aprender a desacelerar a mente é indispensável para todas as pessoas que desejam melhorar suas vidas. Isso porque ela nos torna pessoas mais abertas, conscientes, concentradas, focadas, relaxadas e motivadas para enfrentarmos cada novo dia.

5. Proteja sua mente: não compre aquilo que não te pertence, como ofensas, rejeições e problemas que você não criou. Seja um consumidor emocional responsável. Aprenda a abraçar mais e julgar menos. Abaixe o tom de voz quando alguém elevar o seu. Deseje conquistar o coração e não a discussão. Agradeça muito mais e reclame muito menos. Reclamar excessivamente estressa o cérebro!