Sylvia Klein continua cheia de projetos do universo erudito em Berlim, mas não deixa de vir para sua terra natal. Vira e mexe a cantora lírica mineira vem a Belo Horizonte para mergulhar na iniciativa que mais lhe provoca paixão, o Caffeine Trio – em que divide o coro com as também cantoras líricas Renata Vanucci e Carolina Rennó. São vários planos para o grupo e um deles se realiza esta noite: um encontro com a Big Band Palácio das Artes no Grande Teatro.
“O encontro está fluindo de maneira incrível, parece mágica. Nossas vozes casaram muito bem com a Big Band”, afirma Sylvia, que espera registrar um disco do trio em breve, com sessões de gravação em BH e também na Alemanha.

O Caffeine Trio vai cantar um repertório eclético, desde o clássico do cancioneiro americano “Java Jive” (de Ben Oakland) a “When I Sixty Four”, dos Beatles. Mas a grande surpresa é “Smells Like Teen Spirit”, do Nirvana, que o arranjador Renato Goulart fez especialmente para essa noite. “O arranjo ficou incrível. O Renato já criou pensando nas três vozes, combinados com uma Big Band tocando um som mais pesado”, diz Sylvia.

Regida pelo maestro cubano Nestor Lombida, a Big Band terá ainda momentos de jazz contemporâneo, homenageando dois compositores e saxofonistas americanos. Começa o concerto com obras de Dave Pietro e termina com músicas de Chris Washburne, que acaba de registrar um disco com a banda, após a residência artística desenvolvida pelo “Savassi Festival”. “O Chris tem uma produção ligada ao latin jazz, uma composição que dialoga muito bem com o que fazemos. Uma linguagem que foi bem fácil de metabolizar”, conta o maestro Lombida.

Big Band Palácio das Artes e Caffeine Trio no Grande Teatro do Palácio das Artes (av. Afonso Pena, 1537), nesta sexta-feira (5), às 20h30. R$ 10 e R$ 5