Mariana vive! Esta é a mensagem que a cidade histórica, localizada na região Central de Minas, quer passar aos brasileiros quase quatro anos depois de ser castigada pelo rompimento da barragem. O município deseja mostrar que continua rico em atrativos culturais e turísticos.

"Mariana está mais viva do que nunca. Muitas pessoas associam a cidade com a enorme tragédia e não com a história. Mas Mariana está ativa, com sua cultura, artistas e monumentos preservados", observa o secretário de Cultura do município, Efraim Rocha.

Uma das ações previstas pela prefeitura para incentivar a ida de visitantes para a cidade é a 3ª edição do "Canta Mariana - Festival da Canção", que acontece entre os dias 18 e 20 de julho. O concurso, que incentiva a Música Popular Brasileira (MPB), foi criado para reconhecer e premiar as melhores canções inéditas.

Os interessados em subir ao palco do evento devem acessar este site até o dia 21 de junho para inscrição. No ato do cadastro, o interessado deve pagar uma taxa de R$ 15, mas todo o dinheiro será repassado para instituições filantrópicas da cidade. 

"Esperamos que pessoas de todo o Brasil se inscrevam. No ano passado, foram 600 inscritos para mostrar suas músicas", detalha Efraim Rocha. Vinte canções serão selecionadas, sendo no mínimo cinco de compositores da cidade - que já foram escolhidas.

Festa

Neste ano, o evento homenageará o cantor e compositor Nelson Gonçalves, em comemoração ao centenário de nascimento do artista. A expectativa do Município é receber até cinco mil turistas por dia de evento.

Além dos participantes do concurso, grandes nomes da música nacional também são aguardados. Efraim Rocha adiantou ao Hoje em Dia que negocia a presença da banda Nenhum de Nós e da cantora Sandra de Sá. A terceira atração ainda não foi definida. Barraquinhas com comidas típicas vão incrementar a festa.

Premiação

O vencedor do concurso receberá R$ 12 mil, o segundo lugar será gratificado com R$ 8 mil, e o terceiro levará R$ 5 mil para casa. O "Canta Mariana" também pagará R$ 2,5 mil para o melhor intérprete. Haverá menção honrosa do 4º ao 10º lugares e todos os participantes classificados vão ganhar um certificado.

Efraim Rocha revelou que a Secretaria de Cultura vai oferecer auxílio no custeio de deslocamento, alimentação e outras necessidades dos participantes por meio do Prêmio Incentivo. O valor pode variar de R$ 150 a R$ 400.

Programação

- 18 de julho, às 20h: primeira semifinal, apresentação de dez canções pré-selecionadas, sendo cinco escolhidas para final;
- 19 de julho às 20h: segunda semifinal, apresentação de dez canções pré-selecionadas, sendo cinco escolhidas para a final;
- 20 de julho às 20h: final do festival, apresentação das dez músicas finalistas e conhecimento das vencedoras em primeiro, segundo e terceiro lugares;
- 21 de julho às 20h: show com a banda vencedora do festival e show de encerramento com o cantor ou banda de renome da música popular brasileira.