O clipe de “Retranca”, lançado em julho de 2019, funcionou como uma prévia do que estava por vir. Numa mistura de soul, pop, jazz e outros ritmos, a cantora paulista Dadona colocou nas plataformas digitais o EP “Madrugada Chegou”, que antecipa seu primeiro full-length, previsto para este ano.

“Foram cinco anos me dedicando ao processo criativo desse EP e, nesse tempo todo, fiz questão de priorizar o clima dançante que eu tanto amo. Queria que ele tivesse essa cara e, ao mesmo tempo, um toque do meu lado mais sutil e delicado”, relata a artista, fã de ícones como Amy Winehouse, Michael Jackson e Esperanza Spalding.

Dadona

Ao longo das quatro faixas que compõem o EP – a saber, "Retranca", "Todo Mundo Sabe", "Se Você Ainda me Quiser" e "All Night Long" –, são abordados temas como empoderamento, relacionamentos abusivos, autocuidado e pluralidade.

“Nesse projeto conto muitas das minhas histórias vividas enquanto mulher e artista. Falo dos meus processos de cura e libertação. Não só da mente como, também, do corpo”, destaca.

“Todas as canções são lembretes, para mim e para as outras pessoas, do quanto somos capazes de nos afastar de todas as mentiras que já nos contaram, principalmente sobre o que ou quem somos”, completa.