Conjunto de obras do mestre italiano Botticelli desembarcará pela primeira vez no país, com exposição na Casa Fiat de Cultura, a partir de 5 de maio. Com 21 trabalhos do mestre italiano e de seus contemporâneos, a mostra “Botticelli e seu tempo na Casa Fiat de Cultura” terá curadoria do historiador italiano Alessandro Cecchi, um dos mais importantes estudiosos de Botticelli no mundo.

A mostra apresentará ao público brasileiro o esplendor da Florença renascentista, que abrigava as grandes “botteghe” (estúdios) dos mais importantes artistas da Europa. A exposição conta com acervos de 11 museus – dentre eles, a Galleria degli Uffizi – e coleções particulares, vindas de cinco cidades italianas (Veneza, Turim, Florença, Milão e Montelupo Fiorentino).

Por meio desta seleção, a mostra, que apresenta a fase de formação e as profundas mudanças estilísticas na obra do pintor, do século 15 e início do 16, será dividida em três núcleos: “O primeiro mestre e o início em Florença”; “Entre o ‘Sacro e o Profano’, um intérprete de seu tempo”; e “Crise espiritual e artística”.

A exposição ficará em cartaz na Casa Fiat até 17 de julho, com entrada franca.