O ator Caio Castro e a finalista do BBB 20, Rafa Kalimann, foram criticados nas redes sociais após compartilharem um vídeo, na noite deste domingo (30), em que um pastor diz ser contra relacionamentos homoafetivos.

Após a polêmica gerada, a ex-BBB apagou o conteúdo e pediu desculpas.

No vídeo, durante o quadro “Elas Querem Saber”, do programa Raul Gil de 2017, o pastor é perguntado se é a favor do casamento gay e responde: "Não, eu não sou a favor do relacionamento. Mas eu respeito".

“Se me perguntar se eu acho certo, eu não acho”, continuou Duarte no programa, que também contava com a participação de Thammy Miranda.

Após ser duramente criticada, Rafa Kalimann apagou a postagem e publicou um pedido de desculpas no Twitter, no qual disse que seu intuito "era repassar aquilo para aqueles que tratam mal os LGBTs por conta da religião, para de uma vez por todas isso parar".

Já na manhã desta segunda-feira (31), o ator Caio Castro, que não apagou a publicação, se manifestou pelos stories. "Sobre qualquer ideia de relação homoafetiva: eu sou a favor, sim! Sou a favor do amor entre as pessoas", começou Castro. "Mas existem pessoas que não são, pessoas que têm convicções e costumes diferentes. Não precisamos nem devemos aceitar, mas precisamos respeitar", escreveu o global.

"Eu sou contra ele (o pastor do vídeo) ser contra (a união homoafetiva), mas eu respeito a opinião dele. Tudo começa no respeito", encerrou Caio. 

N/A

Manifestação de Caio Castro

(*) Especial para o Hoje em Dia

Leia mais:
Ilustradora Rebeca Prado deu a volta por cima e hoje é reconhecida no mercado nacional
Fala do papa Francisco sobre cachaça no Brasil gera memes nas redes sociais; confira
Artista carioca cria mar artístico em cidades mineiras