A cantora americana Cher, 67, usou o Twitter para fazer críticas ao deputado Pastor Marco Feliciano, atual presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Na última sexta, ela respondeu a uma mensagem enviada pelo perfil @GayCourageBR: "Eu sei!Terrível Marco Feliciano quer fazer ser gay em uma doença! Ele se chama de cristão? Ridículo!"
 
Cher critica Marco Feliciano no Twitter: "Ridículo"
 
O projeto da "Cura Gay" foi aprovado pela Comissão de Direitos Humanos e ainda precisa passar por outras comissões. O texto permite que psicólogos tratem a homssexualidade como se fosse uma doença, algo proibido atualmente. 
 
Ícone do mundo gay, Cher é mãe de Chaz Bono, transexual que nasceu mulher, mas passou por cirurgias para se adequar ao sexo masculino.