Você sabia que em Belo Horizonte há um coletivo de arte e performances que utiliza o bambolê como principal instrumento para diversão, dança, autoconhecimento e saúde? 

O Bambolíricas foi criado pela artista circense Bianca Apolinário, em 2015. Ela atua ao lado de três amigas igualmente apaixonadas pela ferramenta – Isabel Guimarães, Lorena Brandão e Paula Sena. 

De acordo com as participantes do grupo, os exercícios realizados com o aro trazem uma série de benefícios para a saúde física e mental, contribuindo para a coordenação motora, a melhora da capacidade cardiorrespiratória e o fortalecimento dos músculos abdominais.

“Esse objeto oferece infinitas possibilidades para aqueles que se dispõem a ter contato com ele”, defende a fundadora do Bambolíricas. Com o objetivo de compartilhar a habilidade, o quarteto leva nostalgia e leveza para todos os cantos da capital mineira com o Encontro de Bambolês. 

“É um sonho utópico, de praça, amor e bambolês na rua”, conta com orgulho a artista circense. O evento, realizado pela primeira em 2016, reúne mensalmente amantes da prática de todas as idades em diversos espaços públicos de BH. Nessas ocasiões os bambolês são disponibilizados à população para empréstimo ou compra. 

Ao longo do dia, há lanche coletivo, alongamentos, oficinas de truques para os níveis iniciante, intermediário e avançado, apresentações, palco aberto, dentre outras vivências.

A próxima edição acontecerá ainda neste mês de maio, na praça da Liberdade. A data não havia sido decidida até o fechamento desta edição, mas logo estará divulgada nas redes sociais do grupo.

“Trazemos sempre a ideia de levar o bambolê para o máximo de espaços públicos possíveis, ocupando diferentes partes da cidade, da Zona Norte à Zona Sul”, afirma Bianca.

Nos encontros, o público é convidado a fazer uma contribuição espontânea em dinheiro ao grupo, como forma de fomentar próximas ações, e também como agradecimento pela experiência.
 

A próxima edição do Encontro de Bambolês, ainda neste 
mês, ocorrerá na praça da Liberdade, na zona Centro-Sul da capital mineira


Performances

As quatro integrantes também desenvolvem diferentes apresentações para eventos abertos e particulares, sempre com mensagens e temáticas relacionadas à festa contratante. 

Para tanto, utilizam bambolês comuns, de led, de fogo, além de diversos outros recursos cênicos e pirofágicos. 
A cereja do bolo é a interação com os presentes, que agita a galera. 
Há também números lúdicos, que acompanham oficina de malabares e brincadeiras de roda, especialmente preparados para comemorações infantis.

SERVIÇO
Bambolíricas
Telefone/WhatsApp: (31) 9 9296-9677
Fan page: @bamboliricas
Instagram: @bamboliricas