A médica Thelma foi a grande vencedora da edição 2020 do programa “Big Brother Brasil”. No paredão final, realizado na madrugada desta terça-feira (28), a anestesista recebeu 44,1% dos votos, enquanto Rafa Kalimann e Manu Gavassi obtiveram 34,81% e 21,9%, respectivamente. O prêmio para a vencedora é de R$ 1,5 milhão.

Thelma, que também é passista de escola de samba em São Paulo, ficou confinada com mais 19 participantes nos últimos três meses e comoveu o público com histórias de superação contra o racismo. Ela entrou no programa como inscrita, não como convidada – que foi o caso das duas outras participantes que estavam na final.

“Thelminha, representar é o que você faz de mais bonito. Ela foi esse ícone porque ela está acostumada. Estava tudo contra a Thelma e ela sabe jogar assim, ela samba na cara da sociedade. Operou os adversários sem anestesia. Só você poderia ganhar esse programa, Thelma”, disse Tiago Leifert ao anunciar a vitória da médica.

Ao longo do programa, Thelma contou aos Brothers a história de superação dela. Confessou que, adulta, descobriu que foi adotada com três dias de vida. Contou também que fez cursinho durante três anos até ser aprovada com bolsa integral em Medicina numa faculdade particular.