Para o duelo contra o Zamora, na quarta-feira (3), no Mineirão, pela Copa Libertadores, o Atlético terá dois jogadores – um de cada lado - que não gostam de perder: os atacantes Luan e Maicon Bolt.

É a primeira vez que Bolt entrará como titular na Libertadores, após garantir a posição no empate de 0 a 0 contra o Boa Esporte, no sábado (30), pelas semifinais do Campeonato Mineiro.

Luan é um jogador identificado com a torcida, que exprime seu descontentamento quando a equipe perde e explode de alegria nos momentos de vitória. É o sinônimo de raça em campo que tanto a Massa quer.

Bolt revelou recentemente que aprendeu com o pai o desejo pela vitória. “Não importa quem vai fazer o gol. O importante é ganhar”, receitou. No Galo, o atacante tem seguido à risca, responsável por três assistências e um gol.

Os números eram para serem melhores, se não fossem os dois gols anulados contra o Boa. Bolt marcou o primeiro e deu a assistência para o segundo, feito por Luan. Nos dois casos, o árbitro marcou impedimento após consular o VAR – vídeo assistente referee.

A gana pela vitória será fundamental contra os venezuelanos, já que o Atlético, após dois jogos, não tem nenhum ponto. O clube mineiro precisa vencer para continuar com chances de classificação à próxima fase.