Sem poder sair de casa neste Natal para evitar as aglomerações e o aumento na transmissão do coronavírus, uma das melhores maneiras de aproveitar o feriado em segurança é aconchegar-se no sofá e curtir a programação especial com filmes temáticos nos canais por assinatura e plataformas de streaming.

Para quem já se cansou de ver o bom velhinho dizendo “ho ho ho”, a boa notícia é que há filmes de todos os gêneros, de policiais a obras de terror. Basta lembrar que, na véspera de Natal, quando um policial resolve visitar a ex-esposa, um grupo terrorista invade um ultra moderno prédio em “Duro de Matar”.

Disponível no Telecine Play, “Natal Sangrento” é a melhor pedida para os que estão de “saco cheio” de cantigas natalinas. Lembra “Sexta-Feira 13” ao ser protagonizado por um serial killer que gosta de matar adolescentes. Mas ele não tem nada de machista, realizando uma curiosa crítica às tradições patriarcais.

O Telecine Cult inovou ainda mais e chamou uma família não muito confiável para dividir o Natal com os espectadores: os Corleone. Bem no dia 25, o canal exibe as três partes de “O Poderoso Chefão” de uma tacada só. É o melhor que se pode ter em matéria de filmes clássicos nas TVs por assinatura.

Títulos como “Um Anjo Caiu do Céu” (1947),  “Natal Branco” (1954),   e “De Ilusão Também se Vive” (1947), sempre atrelados à época natalina, sumiram da programação. Um dos mais filmes mais simbólicos sobre o espírito natalino,  “A Felicidade Não Se Compra” (1946) pode ser encontrado em plataformas de streaming.

O humor também possui bons exemplares de Natal, como “Um Duende em Nova York”, cartaz de hoje do Cinemax. Will Ferrell está impagável como um humano adotado por  Noel e criado como duende. Ele vai para a Big Apple para encontrar o seu pai verdadeiro, com a sua ingenuidade garantindo várias gags.

Outro que não pode faltar nesta lista de filmes cômicos a serem vistos e revistos é “Esqueceram de Mim”. Na correria de viagem de final de ano, uma família acaba deixando o pequeno Kevin para trás. Sozinho em casa, o garoto tenta se virar, enfrentando até mesmo uma dupla de ladrões. O longa está disponível em Disney+.

Também na plataforma do estúdio de Mickey Mouse, merece uma conferida a animação em stop-motion “O Estanho Mundo de Jack”, de Tim Burton, em que o senhor da Cidade do Halloween tenta cooptar a festa de Natal para si, sem alcançar bons resultados.

Na esteira dos que  acabam aprendendo o quão importante é querer o bem ao próximo estão “Os Fantasmas Contra-Atacam” (hoje, no Telecine) e “O Grinch” (no Sony). Ambos baseados em clássicos da literatura. Quem também aprende esta lição é Leandro Hassum em “Tudo Bem no Natal que Vem”, um dos grandes sucessos da Netflix neste mês.