O corpo do jornalista e crítico cultural Luiz Humberto Morgan Longuinhos da Motta será cremado às 17h deste domingo (11), no cemitério Parque da Colina, Bairro Nova Cintra, Oeste de Belo Horizonte. 

Morgan da Motta, como era carinhosamente chamado, faleceu nesse sábado (10) em casa, aos 78 anos, e o velório ocorre desde o início desta manhã. Ex-colunista do Hoje em Dia, Motta estava realizando tratamento de um câncer generalizado desde o ano passado. 

Durante sua carreira, o crítico e jornalista se filiou à Associação Brasileira de Críticos de Arte e também atuou como curador de exposições. Morgan desempenhou funções no mercado cinematográfico, trabalhando como assistente de produção do filme We will rock you", do grupo Queen.

“Morgan era a figura mais icônica das artes plásticas de Minas Gerais. Um crítico de arte muito atuante. Eu e toda minha geração devemos muito a ele”, disse a artista plástica Yara Tupynambá, que trabalhou com Morgan.