Do Serro, da Canastra, da Alagoa, de Araxá… nos mercados de Belo Horizonte, é possível encontrar queijos das mais diferentes localidades de Minas Gerais. Mas você consegue diferenciar os tipos na hora de comprar?

Curador da 1ª edição da Festa do Queijo, que acontece neste domingo (8) na avenida Getúlio Vargas, com entrada gratuita, o jornalista Eduardo Girão fala um pouco sobre a grande variedade dessa iguaria produzida artesanalmente e industrialmente em Minas Gerais. Em vídeo, ele mostra ainda quais são as diferenças entre cada tipo. Você sabia que o queijo do Cerrado tende a ser mais “alto” que os outros? Ou que aqueles produzidos no Serro costumam ter um sabor mais ácido? Confira:

A expectativa de público para a Festa do Queijo foi tão positiva que o evento foi ampliado. Será realizado na avenida Getúlio Vargas entre avenida do Contorno e rua Alagoas. Estima-se que pelo menos 10 mil pessoas passem pelo local entre 10h e 21h. Não é preciso retirar ingresso com antecedência.

Quem for à festa poderá saborear produtos artesanais e industriais de várias regiões queijeiras de Minas (Serra da Canastra, Alagoa, Serro, Araxá, Serra da Mantiqueira, Campo das Vertentes, Zona da Mata e Cerrado) e de outros lugares. Haverá exemplares não somente feitos com leite de vaca, mas também de cabra, ovelha e búfala.

Veja o cartaz do evento, onde é possível observar um pouquinho das características dos muitos queijos mineiros:

festa do queijo