Música, poesia e teatro se misturam para homenagear Clara Nunes no espetáculo “Deixa Clarear”. O musical retorna a BH neste final de semana para duas apresentações no Teatro Sesiminas.

Dando vida à cantora mineira nos palcos, a atriz carioca Clara Santhana conta que a ideia para o projeto surgiu no final de 2012, quando fazia pesquisas sobre a xará. “Fiquei encantada por ela. Clara foi uma grande intérprete. Ela exaltava a cultura brasileira de raiz e trazia isso em seu trabalho”.

Em 2013, o projeto ganhou os palcos e surgiu como uma grande homenagem à cantora. “Era o aniversário de 30 anos do falecimento dela, então achei que seria uma data bonita para fazer essa homenagem. Juntei uma galera muito boa no projeto e estamos aqui até hoje”, conta.

Há quatro anos na estrada, “Deixa Clarear” já acumula mais de 100 mil espectadores e um DVD, que será lançado agora na capital mineira. “Foi um passo grande para a peça. É um registro importante porque traz vários depoimentos de pessoas ligadas à Clara. É um material muito rico”, exalta a atriz.

Apesar de ter surgido como uma homenagem à cantora, Clara diz que o projeto vai além de um tributo. “Acho que o espetáculo é um grande estudo sobre os brasileiros feito através da figura da Clara Nunes. Ele mostra o que somos, qual é a nossa voz e o que queremos afirmar com ela”, avalia a atriz, que ressalta também a oportunidade de divulgar a história e o trabalho da cantora.

“Uma das minhas grandes motivações era poder apresentar um pouco dela para quem não conhece. Eu sei que esse é um trabalho de formiguinha, mas é muito importante”, avalia.

A carioca destaca também as emoções evocadas pelo musical, não apenas pelas lembranças que desperta nos admiradores de Clara Nunes, mas também pela própria mensagem passada pela artista. “É uma peça que vai na esperança, no amor. A Clara parecia ter um sol no sorriso. Ela iluminava todos”.

“O Musical Mamonas”

A cidade recebe outro tributo neste fim de semana. Visto por mais de 70 mil pessoas, o musical em homenagem ao irreverente grupo Mamonas Assassinas realiza duas sessões no Sesc Palladium. Os atores Ruy Brissac, Adriano Tunes, Elcio Bonazzi, Arthur Ienzura e Yudi Tamashiro dão vida ao quinteto que teve uma carreira apoteótica nos anos 90 e que [TEXTO]<CW-35>deixou a cena pop brasileira</CW>[/TEXTO] num terrível acidente aéreo, há 20 anos.

Mamonas

Serviço: “Deixa Clarear” – Amanhã, às 21h, e domingo, às 20h, no Teatro Sesiminas (rua Padre Marinho, 60). Ingressos: R$ 50 e R$ 25 (meia). “O Musical Mamonas” – Amanhã, às 21h, e domingo, às 19h, no Grande Teatro do Sesc Palladium (rua Rio de Janeiro, 1046). Ingressos: entre R$ 25 (meia) e R$ 100