Postos lado a lado, apesar das diferenças de gênero e estilo, os quatro filmes com o garoto Jaden Smith no elenco revelam, em primeiro lugar, a preocupação com o nosso futuro a partir do olhar das crianças. Em segundo, a necessidade de pais dedicados para colocá-los no rumo certo.

Por último, nota-se a fragmentação de uma família e um esforço para que se encontre substitutos para os papéis tradicionais, como se a felicidade dependesse fundamentalmente da solidez dessa "instituição".

A ficção-científica "Depois da Terra", que estreia nesta sexta-feira (7) nos cinemas, faz um resumo eloquente desses três elementos, principalmente porque conta exatamente com Jaden e Will Smith nos personagens de pai e filho. Os dois já tinham se encontrado em "À Procura da Felicidade" (2006), mas essa relação se torna mais forte agora.

Tudo em família

A razão é muito simples: Will escreveu a história e chamou M. Night Shyamalan ("O Sexto Sentido") para dirigir, assinando também a produção, ao lado da esposa (Jada Pinkett) e do cunhado (Caleeb Pinkett).

Com Will no controle total da realização, toma forma a imagem familiar que ele criou em torno de si, estampado em seus papéis (observa-se que ele nunca interpretou, desde que estrelou "Independence Day", um vilão ou personagem ambíguo).

O filme faz a linha das ficções-científicas apocalípticas, como o recente "Oblivion", mostrando um planeta devastado, em que a população foi obrigada a escolher outra moradia na galáxia. "Depois da Terra" é mais didático nesse sentido: logo ficamos sabendo que as guerras e a selvageria financeira foram os culpados.

Disciplina

Filho e pai – um militar exemplar – retornam à Terra após uma chuva de asteroides conduzir a nave para a ex-moradia humana. O ar não é mais respirável e a Natureza se tornou hostil. É nesse ambiente que o jovem Kitai terá que provar o seu valor, atravessando 100 quilômetros para emitir um sinal de socorro.

O texto retrabalha as lições apresentadas em "À Procura da Felicidade", "O Dia que a Terra Parou" e "Karatê Kid", os filmes anteriores de Jaden: confiança, disciplina e coragem.

A figura paterna é preponderante para a conquista plena, mesmo com o pai ausente e substituído por um mestre chinês ou um alienígena.

Em quase todos os longas de Will há um aceno para a importância da disciplina, em particular. Geralmente ele vive policiais, sobreviventes de um futuro em que precisam se cuidar para não morrer e até um conquistador que segue uma cartilha para conseguir mulheres.

Em "Depois da Terra", o ator reincorpora a hierarquia militar de "Independence Day", transplantada para a hierarquia familiar.

Referências

Quando se sai desse núcleo, encontramos referências explícitas a "Alien, o 8º Pasageiro" (alienígena que está no teto e deixa sua gosma cair próximo ao protagonista) e "Jornada nas Estrelas", especialmente em relação ao quarto longa, quando a nave dá um rasante no mar cheio de baleias.