Youtubers famosos como Felipe Neto e Whindersson Nunes vão ajudar a menina de 10 anos que passou por um aborto, autorizado pela Justiça, após ser estuprada pelo tio, em São Mateus, no Espírito Santo. O anúncio foi feito pelas redes sociais nesta segunda-feira (17). O suspeito do crime foi preso nesta terça-feira (18) na Grande BH.

Felipe Neto se ofereceu para pagar os estudos da garota até o fim da faculdade, enquanto Nunes se dispôs a arcar com o tratamento psicológico. Na web, eles se manifestaram contra grupos antiaborto.

"Não consigo parar de pensar na menina. Alguém da família, por favor, entre em contato. Me disponho a arcar com todos os custos de educação dela até o fim da faculdade", postou Neto.

Já Nunes disse estar preocupado com as atrocidades que a garota ainda poderá ouvir. "Alguém da família entre em contato. Quero ajudar com toda assistência psicológica até os 18 anos".