Festivais de cinema criam parceria para exibição on-line dos filmes

Paulo Henrique Silva
phenrique@hojeemdia.com.br
08/09/2020 às 07:17.
Atualizado em 27/10/2021 às 04:28
 (MIX BRASIL/DIVULGAÇÃO)

(MIX BRASIL/DIVULGAÇÃO)

No exterior, mais de 20 festivais de cinema importantes como Cannes, Berlim e Veneza se uniram para enfrentar a pandemia e, com a parceria do YouTube, criar formas de continuar levando filmes para o espectadores. No Brasil, uma iniciativa semelhante acaba de nascer, envolvendo 11 eventos audiovisuais. Três deles são mineiros: Curta Circuito, Lumiar e CINEfoot Mulheres.

“É uma conquista inédita, promovida pelo Fórum dos Festivais, que está completando 20 anos, para mostrar que estamos juntos e fortes neste momento de pandemia”, registra Daniela Fernandes, coordenadora do Curto Circuito e do CineFoot Mulheres. Muitos eventos ficaram ameaçados de não acontecer, mas a solução veio numa programação totalmente on-line.

A pandemia levou à suspensão do Curta Circuito a poucos dias de iniciar a sua 20ª edição, em abril. Agora, em parceria a plataforma Looke, a mostra de Belo Horizonte abrirá este calendário especial, a partir de 10 de outubro. Todos os filmes selecionados dentro da temática “Fé, Magia e Mistério no Cinema Brasileiro” serão disponibilizados na plataforma, gratuitamente.

“O Fórum dos Festivais foi importante para buscarmos um tipo de solução,  para que os festivais não ficassem prejudicados e perdessem a edição do ano”, assinala Daniela. Além da questão de custo, pesou na balança a busca de um sistema que oferecesse maior segurança às obras exibidas, com a preocupação de que não pudessem ser pirateadas.

Os valores também precisavam ser condizentes com a realidade dos festivais brasileiros, que perderam vários patrocinadores importantes nos últimos dois anos. “A partir daí, com o parceiro escolhido, tivemos que nos reinventar, com as planilhas e programações sofrendo modificações”, salienta a coordenadora.

A plataforma Looke só apresentará, num canal específico, os filmes. Debates e oficinas, por exemplo, ficaram de fora do pacote. “Neste caso, vai de cada festival. Com o Curta Circuito, nós vamos disponibilizar no site podcasts e webinares”, explica. Os festivais também manterão a identidade visual própria.

Para acessar os filmes, o público interessado  terá dois caminhos, a partir de um cadastro feito no site do festival ou na plataforma Looke. “É tudo gratuito e muito simples. Depois que você faz o cadastro pela primeira vez, não será preciso preencher de novo”, detalha. Os filmes ficarão disponíveis por 24 horas. Durante uma semana, o Curta Circuito irá apresentar uma produção diferente por dia.

Além dos três festivais mineiros, o canal do Fórum dos Festivais terá a participação dos paulistas Mix Brasil e Festival Latino-Americano; Curta Brasília e Lobo Fest, ambos do Distrito Federal; Festival de Vitória, no Espírito Santo; CINEfoot, Visões Periféricas e ARCHIcine, todos eles no Rio de Janeiro. Outras mostras, como a de Ouro Preto, que se encerra hoje, buscaram outros formatos de disponibilização on-line.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por