Nas próximas semanas, os amantes da dança terão vários espetáculos nacionais e internacionais para conferir – e o melhor: com preços populares. Nesta quinta-feira (29), tem início no CCBB o festival Movimento Internacional de Dança (MID), que traz espetáculos da França, Itália, Espanha/Bélgica, além de dois workshops. 

A programação tem início com “Your Ghost Is Not Enough”, que será apresentado amanhã e sexta-feira. Este é um dos três espetáculos franceses da programação que também integram o programa FranceDanse, criado pelo Institut Français para levar a dança contemporânea do país para outras localidades. Desde agosto, vários espetáculos franceses estão circulando por cidades brasileiras a partir desse programa. 

A parceria entre MID e FranceDanse também traz a Belo Horizonte o espetáculo infantil “Bang” – duo de Herman Diephuis que explora o medo em todas as suas facetas, com uma pegada de humor –, que será apresentado sábado e domingo, às 18h. 

Também estão na lista dois trabalhos de David Wampach: o espetáculo “Sacre” (dias 9 e 10 de outubro, às 20h) e “Bateria” (um improviso entre um bailarino e um baterista, a ser realizado no dia 7, às 18h, por artistas locais, a partir da direção do artista francês). 

“Há uma diversidade nos argumentos dos espetáculos. ‘Your Ghost’ é inspirado na poesia, ‘Bang’ é infantil, e não existe possibilidade de sustentabilidade da arte sem pensarmos nos novos públicos. Já ‘Sarcre’ é mais denso, trabalha vida e morte”, explica Sérgio Bacelar, um dos idealizadores e coordenadores do MID.

Representatividade
Nascido em Brasília, o MID tem o objetivo de mostrar a dança de forma ampla, apostando em linguagens diversas. “O evento tem conceitualmente a ideia de fazer convergir diferentes segmentos da dança. Por isso, convidamos a Família de Rua para uma ‘Batalha All Styles’, valorizando o hip hop”, afirma Sérgio. A batalha acontece neste sábado, às 15h. 

Outra atração local do festival é “CO ÊS”, da Rui Moreira Cia. de Danças, um espetáculo de dança inspirado nas contações de histórias (dia 6, às 20h). Sérgio conta que decidiu incluir a obra na programação após acompanhar as reivindicações dos artistas negros da cidade, que pediram maior representatividade em eventos da cidade, como o Festival Internacional de Teatro (FIT-BH).

Além das três companhias presentes no MID, o programa FranceDanse traz outros dois espetáculos a BH: “BiT”, da Cie Maguy Marin (domingo, às 19h, no Sesc Palladium), e “Pixel”, de Mourad Merzouki (dia 26, às 20h, no Palácio das Artes)

Desconstruções
A programação conta ainda com dois espetáculos europeus que exercitam uma reflexão sobre manifestações culturais consolidadas. Apresentado em duo, o espetáculo “UmDoisTrês UmDois”, de Albert Quesada (Espanha/Bélgica), desconstrói o flamenco (dias 8 e 9, às 19h), enquanto “Efeito Bolero”, de Cristina Rizzo (Itália), promove um exercício sobre uma das músicas mais conhecidas em todo o mundo, “Bolero”, de Maurice Ravel (dias 6 e 7, às 20h). Também estão na programação dois workshops internacionais, um com Albert Quesada e outro com Idio Chichava (Moçambique). 

Serviço: Movimento Internacional de Dança (MID) no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB – Praça da Liberdade, 450) de amanhã a 10 de outubro. Ingresso: R$ 20 e R$ 10 (meia). Informações: movimentoid.com.br