Em 2019, o Planeta Brasil completa dez anos de história. Hoje considerado um dos principais festivais de música fora do eixo Rio-São Paulo, o evento reúne, em sua edição comemorativa, mais de 30 atrações no Mineirão, em 26 de janeiro. A programação inclui grandes artistas locais, nacionais e estrangeiros, de estilos que vão do rap ao rock, passando pelo reggae e a música eletrônica.

O segundo lote de ingressos do Planeta Brasil já está aberto no festivalplanetabrasil.com/ingressos 

Na lista, nomes como o do badalado rapper Wiz Khalifa, DJ Kaskade e a banda Slightly Stoopid, dos Estados Unidos, dividem espaço com brasileiros como Natiruts, Raimundos e Seu Jorge. Outro destaque são dois encontros entre medalhões da MPB e representantes da contemporaneidade: Jorge Ben Jor e Céu, e Criolo e Milton Nascimento.

Henrique Chaves, sócio-diretor da SleepWalkers Entretenimento, conta que a curadoria buscou ilustrar a história dessa primeira década de festival. “Conseguimos trazer um grande nome do rap americano, que era uma vontade antiga. Trouxemos clássicos misturados, fazendo shows diferentes, saindo de suas zona de conforto. Elencamos nomes novos, que cresceram junto com o Planeta Brasil, e chamamos bandas que são praticamente embaixadoras do festival, como Natiruts e o Raimundos. Também incluímos a música eletrônica, que tem tido um crescimento muito grande na cidade”, afirma. 

30 atrações, além de 10 DJs, divididos em quatro palcos, somarão 12 horas de música

A programação se divide em quatro palcos, sendo dois principais, um de música eletrônica e um para artistas locais, que receberá nomes como o do rapper Djonga e das bandas Daparte e Lagum. “O line-up é fruto de um processo orgânico, de muita conversa, que expressa diversidade e a vibe boa do festival. Sempre buscamos pensar no todo”, comenta Chaves. 

Criolo

O festival também terá reuniões entre artistas consagrados e talentos da nova geração, como Criolo, que se apresenta com Milton Nascimento 


Desafios e conquistas

Os desafios de manter ativo um festival durante tantos anos são inerentes à realização de eventos “fora do mainstream”,destaca o produtor. “A gente optou pelo viés conceitual, não temos grandes nomes do sertanejo ou do pop, por exemplo. Então, é um caminho mais difícil, mas o reconhecimento também é mais sólido”, defende, lembrando que o festival já trouxe Guns’n Roses, Jason Mraz, Donovan Frankenreiter, Playing for Change, O Rappa, Skank e Mano Brown.

Wiz Khalifa

Wiz Khalifa é destaque no Festival

Para Chaves, porém, a grande atração do Planeta Brasil é o público. “O principal headliner do festival é sempre a galera”, coloca, lembrando que as vendas do festival abrem antes de as atrações serem divulgadas. “Ver a galera comprando sem saber os artistas que virão é emocionante. Existe uma base de fãs não só das bandas, mas do próprio festival. Neste ano, tem gente vindo de 71 cidades, de quase todos os estados, só para o festival”. 

O sucesso do Planeta Brasil evidencia a vocação artística de Mina, diz o produtor. “Nos últimos anos, vimos muitas bandas surgirem, vimos o Carnaval renascer e também vimos crescer um grande festival. Nossa geração não vai deixar passar batido essa vocação. O mineiro ‘come quieto’ vai devagar, mas gosta de coisa boa”. 

Nomes confirmados

  • Wiz Khalifa
  • Kaskade 
  • Slightly Stoopid 
  • Vini Vici
  • Milton Nascimento & Criolo
  • Jorge Ben & Céu
  • Raimundos
  • Seu Jorge
  • Natiruts
  • Djonga
  • Cynthia Luz
  • Daparte
  • Haikaiss & Clau
  • Tropkillaz & MC Zaac
  • Lagum
  • Chemical Surf
  • Illusionize

Leia mais:

Entre ventanias e leves sopros, mineira canta o amor e a resistência em novo disco

Filme ‘Temporada’, de André Novais, traz essência da vida ao mostrar cotidiano

Confira a programação da Mostra de Cinema de Tiradentes e conheça atriz homenageada