Mauro Sousa, filho do cartunista Mauricio de Sousa, publicou em seu perfil no Instagram, nesta sexta-feira, 14, a captura de tela de um comentário homofóbico feito contra ele.

Na mensagem, o internauta que teve sua identidade ocultada disse que "Mauricio de Sousa, sem forças para decidir sua vida, vai dexar um viadinho desfazer seu sucesso de décadas".

Ao publicar o comentário, Mauro escreveu por cima que "LGBTfobia é crime". Nesta quinta-feira, 13, o Supremo Tribunal Federal decidiu que homofobia e transfobia são crimes no Brasil.

"Em uma reportagem recente, eu comentei, sim, que havia planos de um personagem gay na Turma da Mônica e, por conta disso, o infrator fez o comentário homofóbico acima. A diferença entre ontem e hoje é que ontem ele era apenas mais um hater. Mas hoje, ele é um criminoso e pode ir para a cadeia", escreveu Mauro na legenda.

Ele ainda seguiu com um desabafo: "Não, eu não vou ficar calado. Não, eu não quero mais aceitar que me chamem de 'viadinho'. Só quem pode me chamar assim sou eu mesmo".

Recentemente, Mauro Sousa, que é diretor de espetáculos, parques e eventos da Mauricio de Sousa Produções, apareceu em uma foto ao lado do marido, Rafael Piccin, e do pai. "Em casa, com o filho Mauro, que inspirou o personagem Nimbus, e o companheiro dele, meu genro, Rafael", disse o cartunista ao publicar a foto em seu perfil no Instagram.

Confira abaixo a publicação de Mauro:

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Oi, seguiMores! Sabe... eu geralmente prefiro postar coisas legais e felizes, mas dessa vez, resolvi fazer esse post. Não para expor ninguém, mas para informar os mais desinformados. Em uma reportagem recente, eu comentei, sim, que havia planos de um personagem gay na Turma da Mônica e, por conta disso, o infrator fez o comentário homofóbico acima. A diferença entre ontem e hoje é que ontem ele era apenas mais um hater. Mas hoje, ele é um criminoso e pode ir para a cadeia. Não, eu não vou ficar calado. Não, eu nao quero mais aceitar que me chamem de “viadinho”. Só quem pode me chamar assim sou eu mesmo. E sim, a LBGTfobia agora, é crime. Beijos coloridos 😘🌈 #lovewins

Uma publicação compartilhada por Mauro Sousa (@maurosousa) em