O filme mineiro "Marina não vai à praia", do diretor Cássio Pereira dos Santos, venceu o prêmio de melhor filme segundo o júri popular no Global Girls Film Festival, realizado este mês em Chicago, nos Estados Unidos.

Organizado pelo International Media Center de Chicago, o Global Girls Film Festival, que teve sua curadoria realizada por meninas de 14 a 17 anos da periferia de Chicago, acontece em diversas instituições que oferecem apoio à mulheres e meninas marginalizadas, como a New Moms, que apoia adolescentes grávidas em situação de risco, e a BUILDChicago, onde foi exibido o curta.

No filme, uma menina com síndrome de Down mora no interior de Minas Gerais e sonha em conhecer o mar. "Essa vontade é muito forte no imaginário de uma criança que nunca pisou em uma areia de praia. E é um pouco disso que quero trazer no curta e também abordar as dificuldades para se realizar um sonho, por mais singelo que possa parecer", explica o diretor.

"Marina não vai à praia", que foi produzido com recursos do Filme em Minas, programa de apoio ao audiovisual da Secretaria de Estado de Cultura, foi selecionado em aproximadamente 50 festivais ao redor do mundo. A ida do cineasta de Patos de Minas ao festival foi viabilizada com recursos do Circula Minas, programa estatal que promove o intercâmbio da cultura mineira com o mundo.

O curta de Cássio Pereira dos Santos será exibido mais uma vez nesta quarta (21), às 21h, durante a 12ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto, que acontece até o dia 26 de junho na cidade histórica.