Chegou a vez de os espetáculos de dança tomarem conta da programação do festival Verão Arte Contemporânea. São três atrações neste final de semana, como o “Palco Hip Hop – Danças Urbanas”, projeto que conta com a apresentação de MCs, Djs, e ocupa o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) sábado e domingo.

Também no CCBB, nesta sexta-feira (16) e neste sábado (17) as bailarinas Dorothé Depeauw e Maya Dalinsky, juntamente com o trio de música experimental Infinito Menos, apresentam o trabalho “Inscrição-Memória-Rasura”. Uma performance multimidiática que surgiu do interesse dessa galera pelas partituras visuais de Mário Del Nunzio, integrantes Infinito Menos, ao lado de Henrique Iwao e Matthias Koole. Nas partituras não existem notas e, sim, a representação dos movimentos a serem executados pelos músicos. Formato que permite uma comunicação direta com a dança.

Aos que procuram uma obra menos experimental, a Cia Sesc de Dança está na programação com as montagens “São Como Palavras”, “Oblivion” e “Plano”, que ocupam o teatro Bradesco com entrada franca.

As coreografias “Oblivion” e “Plano” são assinadas por Cassi Abranches, ex-bailarina do grupo Corpo e o nome apontado pelo coreógrafo do grupo, Rodrigo Pederneiras, como sua sucessora. Já o balé “São Como Palavras” foi criado por Henrique Rodovalho, nome forte na cena da dança contemporânea. As três montagens são pautadas pela versatilidade.

Programação completa e mais detalhes no site: veraoarte.com.br