Há combinações de sabores na culinária que são tão perfeitas que não precisam ir muito além do óbvio. Um exemplo disso é o morango com chantilly. Quando a gente pensa naquela textura de nuvem macia que se torna o creme de leite batido, é de imediato a associação com a fruta silvestre e avermelhada.

A harmonia entre os sabores e cores desses itens é inquestionável. Foi pensando nisso que o gourmet Ilton Rocha criou uma sobremesa divina, que além de provocar o paladar e a visão, brinca com o tato, quando ele dá texturas diferentes aos ingredientes que compõem o prato. É o “Mil folhas com sorvete artesanal e morangos ao Cointreau. “Quando estamos na cozinha com frequência, a gente estabelece uma série de informações combinatórias; a partir disso que eu criei essa receita, claro, aprimorando as texturas e a apresentação”, confirmou o gourmet.

De acordo com o gourmet, essa receita tem um visual bonito, é saborosa e fácil de fazer. “Usei ingredientes simples, mas com uma disposição quase impossível de errar”, explica.

Apesar da culinária ter se tornado um hobby, para Ilton Rocha que vem de uma família com negócios no ramo alimentício, a diversão toda começou dentro de uma cozinha profissional. Usando técnicas que aprendeu na correria de seus restaurantes, ele transformou o simples chantilly com morango em um prato sofisticado, criando texturas diferentes para os componentes.

“Melhorei o paladar com um Cointreau, dei uma consistência de sorvete ao chantilly e usei uma massa folhada crocante para montar uma receita de visual bonito, saborosa e fácil de fazer”, provoca Rocha.

Aposentado, Ilton Rocha hoje toca o restaurante Pellegrino e o Paradiso, atividade que ele diz estar curtindo bastante. “Estou adorando me reaproximar da cozinha de um restaurante, principalmente porque agora, tenho um outro olhar para o negócio”, reflete.