A Lei 21.729, de 2015, que autoriza o Poder Executivo a alienar à Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) o imóvel sede da Estação da Cultura Presidente Itamar Franco, foi sancionada pelo governador Fernando Pimentel e publicada no Diário Oficial Minas Gerais nesta terça (28).

O complexo cultural, sede da Orquestra Filarmônica de Minas e que vai abrigar também a Rádio Inconfidência e a TV Minas, começou a ser construído no bairro Barro Preto, região Centro-Sul, em 2013, com investimentos de cerca de R$ 256 milhões. A expectativa do Governo do Estado é economizar com o pagamento de aluguéis após a conclusão do projeto.

A alienação tem por objetivo a subscrição e integralização de aumento do capital social da Codemig. De acordo com a nova lei, será permitido que a empresa usufrua por inteiro do imóvel, mas destaca que a finalidade do imóvel é executar atividades exclusivamente culturais.

Sobre a Estação da Cultura

O complexo Itamar Franco é um conjunto arquitetônico que vai abrigar uma sala para concertos sinfônicos e as sedes da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, da Rádio Inconfidência e da Rede Minas de Televisão. Localizado entre as ruas Gonçalves Dias, Tenente Brito Melo, Uberaba e Alvarenga Peixoto, próximo às avenidas do Contorno e Amazonas, no Barro Preto, região central de Belo Horizonte.

A Sala de Concertos terá espaço para 1.400 lugares e foi projetada para receber tratamento acústico diferenciado, com padrão internacional, e sistema de ajuste sonoro para repertórios distintos. Um estacionamento com cerca de 500 vagas, que atende também ao público em noites de concertos.