O jornalista Guilherme Portanova, que até então apresentava o Bom Dia DF, da TV Globo, deixou a emissora e assinou contrato com a Record TV na terça-feira (12). A informação foi confirmada ao E+ (seção de entretenimento do portal do jornal O Estado de S. Paulo) pela assessoria de imprensa da Record.

Na nova casa, o profissional deve assumir o comando do DF no Ar, mas ainda não há informações sobre a estreia.

Além de jornalista, Portanova é empreendedor social e publica em seu canal no YouTube "boas ideias, iniciativas que tornam a cidade um lugar melhor para viver".

Entre as publicações, há dicas sobre aquaponia e criação de abelhas sem ferrão em casa.

Reconhecido por seu trabalho na televisão, o jornalista virou notícia em agosto de 2006 após ser sequestrado pelo Primeiro Comando da Capital.

Naquele ano, a facção criminosa espalhou atos de violência organizada por todo o Brasil.

Na época, Portanova trabalhava em São Paulo e ficou refém do grupo por mais de 40 horas. O auxiliar técnico Alexandre Coelho Calado também foi vítima da ação.