“Quilombo Oriental”, novo disco de Gustavito e A Bicicleta, reflete um processo de transformação pessoal do músico belo-horizontino, que ele associa ao cotidiano e a Belo Horizonte. Ao Carnaval de rua e à apropriação da afro-brasilidade, da busca espiritual. O lançamento acontece neste sábado (21) e domingo, no Oi Futuro Klauss Vianna.

Em letras e melodias, o disco faz alusões ao bloco “Pena de Pavão de Krishna”, que já se tornou referência do recente renascimento do Carnaval de rua da capital mineira, e do qual o compositor é um dos fundadores. Aos 28 anos, o moço explica que os princípios que norteiam o “Pena de Pavão de Krishna” também deram a direção para criar ?“Quilombo Oriental”.

“É um disco que une os princípios de espiritualidade às mistura das culturas, algo próprio do Brasil. É isso que está bastante presente no disco, uma essência afro-brasileira”, completa. O caráter leve, positivo e até solar do disco pode, portanto, atrair os mais diversos perfis de ouvintes, mas, principalmente, os que estão um pouco mais atentos aos movimentos sociais e de cultura que acontecem atualmente em Belo Horizonte. Movimentos que, aliás, ocupam os mais diversos espaços.

“É curioso porque a sonoridade tem muita relação com o verão. Diria até que é um disco ‘quente’, entende? Mas a ação política do artista, ela não aparece tanto aqui. Deixo isso para minhas ações diretas na rua. Dos movimentos sociais e culturais que participo, como o próprio Carnaval. Não que seja uma limitação, mas, no disco, espero que as pessoas pensem, sobretudo, em energias positivas”. O trabalho foi produzido em três sessões, entre 2013 e 2014, no estúdio de Kiko Klaus. “Contei com a parceria da banda A Bicicleta, meus grandes amigos”.

De malas prontas

Ainda neste semestre, Gustavito segue para a França, mais precisamente para a cidade portuária de Dunquerque, onde dá início a uma residência artística – e à primeira turnê solo fora do Brasil.

Até agora, o músico tem agenda fechada também em cidades da Bélgica e da Holanda. “Já fiz outras seis turnês internacionais, mas sempre com outros trabalhos e acompanhado de outros artistas, como o Tião Duá (trio formado por ele, Luiz Gabriel Lopes e Juninho Ibituruna). Agora é hora de pegar estrada sozinho”, conclui.

Lançamento do disco “Quilombo Oriental”, de Gustavito e A Bicicleta. neste sábado (21), dia 21, às 21h, e domingo, às 19h. No Teatro Oi Futuro Klauss Vianna (av. Afonso Pena, 4001). R$ 20 e R$ 10 (meia)

Confira abaixo algumas músicas de Gustavito & A Bicicleta: