O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e o BDMG Cultural inauguram, nesta quarta-feira (27), a Galeria Henfil, um novo espaço dedicado às artes gráficas contemporâneas e à fotografia em Belo Horizonte. 

A primeira exposição do novo espaço será dedicada ao artista que lhe dá nome. A mostra conta com 47 obras do grande cartunista e quadrinista, que nasceu em Ribeirão das Neves e morreu em 1988, aos 43 anos, por complicações da Aids adquirida em uma transfusão de sangue - Henfil era hemofílico e precisava do procedimento frequentemente.

Irmão do sociólogo Betinho e do músico Chico Mário, Henfil se tornou uma das maiores referências culturais e políticas do Brasil ao se colocar publicamente como opositor do regime militar. 

A abertura da galeria acontece nesta quarta, às 19h30, no Hall de entrada do BDMG (rua da Bahia, 1600, Lourdes).